1º ENCONTRO DE ESCLERODERMIA E DOENÇAS RARAS

0
320

1º ENCONTRO DE ESCLERODERMIA E DOENÇAS RARAS

TEMA: Futuro, o que Podemos Esperar?

O evento contará com momentos da terapia do riso, sorteios de camisetas, distribuição de brindes e um coffee break que será um bom momento para interação dos pacientes.

LOCAL: Auditório da Faculdade de Medicina da USP – Avenida Doutor Arnaldo, 455 – Cerqueira César, São Paulo – SP HORÁRIO: Das 10 às 15 horas.

CRONOGRAMA:

  •  Abertura Oficial
  • Palestra com Eduardo Tenório abordando sobre a importância do controle social e direitos dos pacientes;
  • Atividade com o palhaço Serafino Não godói;
  • Mesa composta por: Eduardo Tenório, Regina Próspero e Ana Lúcia da Silva Marçal sobre a Importância do Trabalho em Rede das Associações de Pacientes Reumáticos e de Doenças;
  • Palestra da Terapeuta Ocupacional trazendo orientações e exercícios para as mãos;
  • Coffee break
  • Palestra com Dr. Percival sobre Esclerodermia e Novos Tratamentos;
  • Atividade com o palhaço Serafino não Godói;
  • Palestra com a Dra. Ana Paula Luppino abordando Hipertensão Arterial Pulmonar o que podemos esperar no futuro?
  • Atividade com o palhaço Sandro e encerramento.

 

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída.
Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

COMPARTILHE
Artigo anteriorFibromialgia será tema de debate na Comissão de Assuntos Sociais
Próximo artigoUso de analgésicos pode prolongar dor crônica, diz estudo

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída.
Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta