Abatacepte

0
812

Medicamento Biológico – Anticorpo Monoclonal

DMARD – 2º linha -Medicamento Modificador da Resposta Imunobiológica – Medicação Biológica muda o curso da doença ao impedir a ação da substância que provoca a inflamação.

Administração, como usar:

  • Medicamento de uso hospitalar ou ambulatorial, infundido em 30 minutos
  • Dose de Ataque: 1 infusão a cada 2 ou 4 semanas
  • Dose manutenção: 1 infusão a cada 4 semanas
Indicação:
  • Artrite Reumatoide
  • Artrite Idiopática Juvenil – Tem demonstrado importante eficácia no tratamento da AIJ/ARJ na Europa vem sendo usado à partir dos 6 anos
Tempo para fazer efeito (controle da doença):
  • Em média 2 à 12 semanas (3 meses)

Principais Efeitos Colaterais

  • Imunossupressão
    • (risco aumentado para infecções)
  • Intolerância Gástrica (náuseas, vômitos, gastralgia (dor no estômago), diarreia)
  • Calafrios
  • Febre
  • Dores musculares
  • Fraqueza e/ou Fadiga
  • Perda de apetite, náuseas, vômitos e diarréia
  • Alopecia
  • Prurido (coceira)
  • Hiperemia local aplicação (discreta irritação no local da injeção, que pode ficar vermelho e coçar)
  • Elevação da Pressão Arterial

Os efeitos colaterais diferem de pessoa para pessoa, cada organismo terá uma forma de reação ao medicamento biológico, os efeitos colaterais podem ser maiores nas primeiras doses e com o passar do tempo o organismo vai se adaptando de uma forma que os efeitos colaterais se tornam discretos.

Efeitos Colaterais Importantes e não tão comuns

  • Hepatotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração da função, ex: hepatite medicamentosa)
  • Nefrotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração da função dos rins)
  • Neurotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração do Sistema Nervoso Central)

Muito comum, as pessoas se assustarem ao ler os efeitos colaterais de um medicamento biológico, porém, alguém já leu a bula da dipirona? e paracetamol?, saiba que o paracetamol é muito utilizado pela pessoa que tem dor crônica, porém, ninguém divulga que o uso indiscriminado de paracetamol pode levar a séria Hepatite Medicamentosa, por isso, se o seu médico prescreveu medicamento biológico, confie, ele estudou e sabe o que está prescrevendo.

Contra-Indicação:
  • Gravidez
  • Lactação
  • Insuficiência renal
  • Insuficiência hepática
  • Insuficiência Cardíaca
  • Hepatite B
  • Esclerose Múltipla
  • Tuberculose ativa
  • Pessoas que já tiveram câncer devem ser avaliadas criteriosamente
  • Fibrose Pulmonar
Cuidados:
  • Não Ingerir Bebidas Alcoólicas
  • Evite aglomeração de pessoas e lugares fechados
  • Utilize método contraceptivo, evite gravidez durante uso da medicação.
  • Avaliação Renal: exames de sangue: creatinina – uréia
  • Avaliação Hepática: exames de sangue, TGO – TGP – fosfatase alcalina
  • Hemograma completo
  • Urina I
Medicamento não fornecido pela Assistência Farmacêutica 
O Abatacept não faz parte dos medicamentos biológicos que o SUS fornece, existem 3formas de ter acesso;
  • Judicialização (pedido de liminar – medida cauteral) – não é necessário contratar advogado o pedido pode ser feito nos Fórum Especial Federal.
  • Plano de Saúde, à partir de 01/01/2012 os planos de saúde obedecendo a RN 262/2011 – ANS – passa a fornecer medicamento de uso ambulatorial ou hospitalar para todos os segurados.
  • Unir forças e fazer mobilização social, cobrando do governo a atualização dos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêutica do Ministério da Saúde.

 Exames solicitados pré-medicamento biológico

  • PPD (teste tuberculínico)
  • Radiografia de Tórax
  • Hemograma
  • Urina I
  • Provas de Função Hepática
  • Provas de Função Renal

Exames obrigatórios para abertura de processo:

Laudo da Radiografia de mãos

Exames de Sangue:

  • Hemograma completo com plaquetas,
  • TGO – TGP
  • Uréia – Creatinina
  • VHS – Proteína C reativa
  • Fator Reumatóide
  • Urina I

Bula – Abatacept

View more documents from Priscila Torres
As informações são apenas uma orientação geral, a pessoa indicada para orientar corretamente é o seu médico assistente (reumatologistas).
Texto adaptado de Arthritis Research UK e Bulas. Med

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída.
Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

COMPARTILHE
Artigo anteriorTocilizumabe
Próximo artigoMetrothexate

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída.
Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta