ONU lança publicação sobre uso racional de medicamentos em congresso farmacêutico no Paraná

0
174

A Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) lançou nesta quarta-feira (15) a versão completa da publicação “Uso Racional de Medicamentos: fundamentação em condutas terapêuticas e nos macroprocessos da Assistência Farmacêutica”, durante o I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas, que ocorre até sábado (18) em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Entre os tópicos da publicação estão tratamento da dor lombar, novas opções terapêuticas para artrite reumatoide, tratamento da doença do refluxo gastrintestinal em crianças, uso de insulina para tratar diabetes melito, prevenção primária de cardiopatia isquêmica, utilização de medidas medicamentosas no caso de depressão em idosos, utilização do misoprostol em hemorragias pós-parto e opções de contracepção na adolescência.

Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) lançou nesta quarta-feira (15) a versão completa da publicação “Uso Racional de Medicamentos: fundamentação em condutas terapêuticas e nos macroprocessos da Assistência Farmacêutica”, durante o I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas, que ocorre até sábado (18) em Foz do Iguaçu, no Paraná.

Os fascículos do livro, que foram divulgados ao longo dos últimos dois anos pela OPAS/OMS, buscam fornecer aos profissionais, gestores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) informações confiáveis e isentas, com base nas melhores evidências científicas disponíveis.

Entre os tópicos estão tratamento da dor lombar, novas opções terapêuticas para artrite reumatoide, tratamento da doença do refluxo gastrintestinal em crianças, uso de insulina para tratar diabetes melito, prevenção primária de cardiopatia isquêmica, utilização de medidas medicamentosas no caso de depressão em idosos, utilização do misoprostol em hemorragias pós-parto e opções de contracepção na adolescência.

A publicação, fruto de parceria com a pesquisadora Lenita Wannmacher, também aborda os principais aspectos relativos ao uso racional de medicamentos nos macroprocessos da assistência farmacêutica, como formas adequadas de armazenamento, o que levar em conta na hora da prescrição, análise crítica para incorporação de tecnologias e monitoramento farmacoterapêutico, entre outros.

A escolha dos temas sobre condutas terapêuticas baseou-se, principalmente, nas dez maiores causas de morte apontadas pela OMS.

A publicação está disponível para download gratuito na página da representação da OPAS/OMS no Brasil e exemplares impressos serão distribuídos durante o I Congresso Brasileiro de Ciências Farmacêuticas, no estande do organismo internacional.

A OPAS/OMS coordenou uma oficina sobre o que é necessário para que o trabalho em rede na área de ciências farmacêuticas seja efetivo e eficiente. Durante o evento, foram apresentadas experiências bem-sucedidas na América Latina e instrumentos internacionais para subsidiar a tomada de decisões e garantir a segurança e o uso racional de medicamentos.

Fonte: https://nacoesunidas.org/onu-lanca-publicacao-sobre-uso-racional-de-medicamentos-em-congresso-farmaceutico-no-parana/

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída.
Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

COMPARTILHE
Artigo anteriorSanta Casa recruta mulheres com fibromialgia para pesquisa sobre tratamento com laser
Próximo artigoOsteoporose e outras doenças ósseas também atingem os pets

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída.
Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta