Quem tem osteoporose pode colocar implante dentário?

0
1273

Sabe-se que a osteoporose caracteriza-se pela perda acelerada de massa óssea, provocando a diminuição da absorção de minerais e de cálcio. Sabe-se também que para realizar um implante dentário é necessário que o implante seja fixado no osso abaixo da gengiva. Portanto, se alguém com osteoporose necessitar de um implante dentário, será possível fazer?

TENHO OSTEOPOROSE, POSSO COLOCAR IMPLANTE DENTÁRIO?

Pacientes com osteoporose podem sim receber implantes dentários, segundo o especialista. A taxa de sucesso é semelhante a de pacientes sem a doença. Entretanto, isso não exclui a necessidade de se seguir todas as etapas antes do procedimento. “Avaliação pré-cirúrgica, uma anamnese bem elaborada, exames radiográficos e laboratoriais são fundamentais para decidir se o paciente é ou não candidato a terapia com implantes”.

O QUE MUDA PARA QUEM TEM OSTEOPOROSE?

Ainda sim, a osteoporose é um fator que retarda a regeneração do osso da maxila do paciente que passa por um implante dentário. Sendo assim, o tratamento deve ser feito de forma diferenciada. “O dentista deve esperar um pouco mais do que o tempo tradicional para colocar o implante em função em pessoas que possuam osteoporose.” Rodrigo indica também incluir no planejamento que a instalação do implante seja nos locais mais adequados, em que o osso apresenta melhor qualidade.

ABORDAGEM MULTIPROFISSIONAL

Nos casos em que uma pessoa com osteoporose vai realizar a instalação de um implante dentário, a abordagem precisa ser multiprofissional. “O dentista deverá entrar em contato com o médico do paciente para poder se inteirar sobre o tratamento e atuar em conjunto, já que algumas medicações utilizadas no tratamento da osteoporose atrapalham o processo de cicatrização dos implantes”, diz.

OUTROS PROCEDIMENTOS

Caso o paciente tenha algum problema de saúde que o impeça de passar pela cirurgia de instalação de implantes, não há razão para desespero. “Existem outros métodos para reabilitar os dentes, como pontes fixas e próteses removíveis totais ou parciais”, sugere o dentista.

PRESERVANDO O IMPLANTE

“Os implantes dentários devem ser mantidos com os mesmos cuidados dos dentes naturais, boa higiene através de uma escovação eficaz e utilização do fio dental”. Os cuidados não mudam, mesmo os implantes sendo de titânio, também estão sujeitos a ação de bactérias presentes na boca e que podem causar doenças. Por isso, a higiene oral adequada e as consultas regulares ao dentista não podem ficar de lado.

Fonte: Sorrisologia

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

COMPARTILHE
Artigo anteriorVacina contra a Dengue: Sanofi Pasteur ou Butantan?
Próximo artigoUFSCar oferece avaliação fisioterapêutica de pescoço e mandíbula
Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta