Aprenda a lidar com a dor

0
586
Podemos anotar nosso dia-a-dia com a dor,se baseando conforme a fígura abaixo.Dessa forma O Grupasp promoveu no dia 18 de Junho de 2010, a palestra com o tema “A mente vencendo o humor, convivendo com a dor e as alterações de humor”. Apresentada pela Psicológa: Dra. Juliana S.B. Queiroz.
Registro diário da Dor

Através dessa tabelinha podemos numerar e avaliar nosso nível de dor.

após um período ficará fácil sentar e avaliar o que nos faz bem e o que nos faz mal e através dessa avaliação, podemos nos conhecer e identificar aquilo que funciona como gatilho para nossa dor.
Uma lição de como aprender a lidar com a dor e como as alterações de humor podem influenciar sobre a dor.

Agradecemos a colaboração e presença de todos.
Tenha acesso ao conteúdo da palestra em pdf no site do Grupasp

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

COMPARTILHE
Artigo anteriorConcurso Público e o Pessoa com Necessidades Especiais (Pessoa com Doença Crônica)
Próximo artigoFim da Alta Programada - Auxílio-Doença
Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta