Entenda a medida provisória que possibilita examinar auxílio-doença e aposentadoria

0
1413

O Revista Brasil entrevista o presidente do Instituto Goiano de Direito Previdenciário (IGDP), Hallan Rocha, sobre as implicações da Medida Provisória (MP) 739 que possibilita um pente-fino nos benefícios de auxílio-doença e aposentadorias por invalidez.

Ele esclarece que em relação ao auxílio-doença, por se tratar de um benefício transitório – a grande maioria dos beneficiários deve ser chamada. Já no caso de invalidez, o que está sendo sinalizado é que serão convocados os que recebem aposentadoria há mais de dois anos. E que o segurado que tem 61 anos ou mais não será convocado, pois a lei fala que nesse caso a aposentadoria está no rol dos benefícios por incapacidade, e se torna permanente.

Hallan Rocha chama atenção para os problemas acarretados pelo permanência do trabalhador no mercado informal, após a aposentadoria por invalidez.

Saiba mais sobre o assunto ouvindo a entrevista na íntegra no player acima.

Fonte: Rádios EBC

Sou Blogueira, motivada pelo diagnóstico da Artrite Reumatoide aos 26 anos, como profissional da enfermagem eu estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros e de repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída.
Hoje sou “Patient Advocacy”, social media, graduanda do curso de jornalismo na FiamFaam, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta