The news is by your side.

Todos os direitos reservados ao Blog EncontrAR ® – by Agência Criosites

Secretaria de Saúde de Itapema inicia novo grupo para pacientes com dores crônicas na Secretaria de Saúde

0 86

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) da Secretaria de Saúde de Itapema iniciou um novo Grupo de Dor Crônica na tarde desta terça-feira (06/09) voltado para a toda a população itapemense promovendo mais qualidade de vida e propagando a saúde e o bem-estar de todos. Os encontros provem atividades dinâmicas e interativas para pacientes com dores crônicas e estes acontecem todas as terças-feiras na Unidade de Saúde (UBS) do Centro, às 15h.

As atividades com o grupo são sempre divididas entre psicologia e fisioterapia, interligando uma área na outra para a realização de um trabalho com a mente e o corpo de cada paciente, também fazendo que todos se sintam compreendidos e acolhidos. O grupo sempre realiza encontros interativos e descontraídos onde todos são incentivados a falarem sobre como lidam com a dor, a trocarem dicas e contarem sobre suas vivências. Além disso, realizam alongamentos e atividades dinâmicas, incluindo todos os exercícios que são propostos para ajudarem na articulação e fazer com que os participantes possam se sentir melhor, propagando o bem-estar deles mesmos.

Neste primeiro encontro estiveram presentes as Fisioterapeutas do NASF, Francine Stulp e Tatiana de Oliveira, e Psicólogas Claúdia Petri e Diulia Lima. Este serviu mais para que os pacientes pudessem se conhecer e entender as propostas das profissionais para melhorar a qualidade de vida e fornecer um bem-estar maior para eles.

A fisioterapeuta do NASF, Tatiana Maia de Oliveira, contou sobre a principal ideia da criação do grupo. “Embora o grupo chame-se “Dor Crônica”, o nosso objetivo é tirar o foco da dor. Nós não vamos tirar a dor do paciente, mas vamos conseguir com que os participantes tenham a educação e consciência para que façam em casa as orientações, alongamentos e hábitos de vida que trazemos para toda semana para trabalhar com o grupo. É através das orientações dadas aqui que eles são capazes de melhorar a qualidade de vida. Queremos que eles percebam que a dor não é limitante na vida deles, que ela não pode limitá-los”, afirmou Tatiana.

Fonte: Floripa News

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.